Archive for the Projetos Pedagógicos Category

Matemática e Arte: Geometria nas Mandalas

Posted in Divulgação de trabalhos, Projetos Pedagógicos with tags , , on novembro 16, 2013 by veronicalopes

Projeto “Matemática e Arte: Geometria nas Mandalas” desenvolvido com as turmas de 6º anos da Escola Municipal Padre Bertollo, sob a orientação da profa. Verônica Lopes P. Oliveira.

Projeto: PROJETO MANDALAS

Foto0152

Foto0153

Foto0154

Foto0155

Foto0164

Foto0162

Foto0161

Foto0160

Foto0159

Foto0158

Foto0157

Foto0156

Foto0178

Foto0177

Foto0176

Foto0175

Foto0174

Foto0173

Foto0184

Foto0183

Foto0182

Foto0181

Foto0180

Foto0179

A Educação Matemática desempenhando o seu papel de melhorar a aprendizagem da Matemática através de uma transformação no ensino que se baseia na construção de conhecimentos significativos e na aquisição de competências, valores e atitudes capazes de formar um cidadão crítico, competente e dinâmico que saiba aplicar o conhecimento em seu contexto e participar ativamente na sociedade.

“Sou fera na tabuada!”

Posted in Divulgação de trabalhos, Projetos Pedagógicos on julho 9, 2013 by veronicalopes

Nome: “Sou fera na tabuada!”

Disciplina: Matemática

Professora: Verônica Lopes

Turma: 6º ano

Período (duração): 1º bimestre

Justificativa: Diante da percepção da dificuldade dos alunos na fixação e memorização da tabuada e da importância e da necessidade do domínio das operações matemáticas fundamentais, propõe-se um estudo mais aplicado dessa área. Uma vez compreendidos os fatos fundamentais, eles devem ser, aos poucos, memorizados. A fixação da tabuada é importante para que o aluno compreenda e domine algumas técnicas de cálculo. Na exploração de novas idéias matemáticas (frações, geometria, múltiplos, divisores, etc), os cálculos aparecerão com freqüência. Se o aluno não tiver memorizado os fatos funda-mentais, a cada momento ele perderá tempo construindo a tabuada ou contando nos dedos, desviando sua atenção das novas idéias que estão sendo trabalhadas.

Objetivo: Pretende-se aperfeiçoar o saber relativo às operações matemáticas a fim de se alcançar um bom aproveitamento nos demais conteúdos, sem defasagem de conhecimento e pré – requisitos.

Metodologia: Será aplicado um teste durante a semana contendo 20 questões de operações de multiplicação e divisão. O aluno deve ter um aproveitamento de 70 %, no mínimo. Cada teste, ao ser corrigido e entregue ao aluno, deverá ser colado no caderno e assinado pelo responsável. Além dos testes, serão desenvolvidas, dentro da sala de aula, atividades de laboratório de Matemática em grupo para despertar o interesse por esse conhecimento.

Alunos vencedores:

311 – A – Primeiro lugar: Arion
311 – A – Segundo lugar: Marcus Vinícius
311 – A – Terceiro lugar: Vinícius e Pedro Felipe

311 – B – Primeiro lugar: Arthur Ribeiro
311 – B – Segundo lugar: Waliston
311 – B – Terceiro lugar: Guilherme

PROJETO DE ACOMPANHAMENTO EDUCACIONAL “TODOS PELA APRENDIZAGEM”

Posted in Projetos Pedagógicos on abril 19, 2011 by veronicalopes

A aprendizagem dos alunos e alunas é responsabilidade de todos e o objetivo maior do Projeto de Acompanhamento Educacional. Esse projeto é uma ação que deve consolidar e ampliar conhecimentos, enriquecer as experiências sociais e culturais dos alunos e ajudá-los a vencer obstáculos em sua aprendizagem, favorecendo o sucesso na escola e na vida. Como toda ação pedagógica, esse acompanhamento requer um cuidadoso planejamento, definição de metas, escolha de alternativas e envolvimento dos interessados. Por isso, o nome “Todos pela aprendizagem”.

Pretende-se com este projeto apontar caminhos, propor ações e discutir assuntos que consideramos importantes para que o acompanhamento complemente com êxito o trabalho realizado em sala de aula e, sobretudo, seja uma ação articulada ao Projeto Político Pedagógico da Unidade de Ensino. Portanto, ele constitui um mecanismo colocado à disposição das escolas da Rede Municipal de Ensino de Ipatinga, que visa garantir a superação de dificuldades específicas encontradas nos alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática, diagnosticadas anteriormente pela escola.

Justifica-se a implementação do projeto tendo em vista que diagnósticos realizados na Rede Municipal de Ensino de Ipatinga no ano de 2010, com alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, apontam um número significativo de educandos que apresentam dificuldades nas habilidades básicas em Matemática e Língua Portuguesa, tendo como base as expectativas de aprendizagem. Eles precisam de um acompanhamento para conseguir interagir com o currículo adequado para a sua faixa etária e ano do ciclo.

Na busca pelo aperfeiçoamento, o indivíduo se depara com muitas derrotas, que, no entanto, devem ser transformadas em vitórias utilizando-se o potencial educativo de cada um. Muitas vezes, estes obstáculos tornam-se extremamente difíceis de serem transpostos e somente com o auxílio de um mediador eficiente isto acontece. No ambiente escolar, vemos estes obstáculos aparentemente intransponíveis, na forma de problemas de aprendizagem que são caracterizados como aqueles que atentam contra a normalidade do processo ensino-aprendizagem.

A escola tem o compromisso, inclusive legal, conforme consta na Lei 9.394 de 20/12/96, artigo 12 inciso V, artigo 13 inciso IV, artigo 24 inciso V, alínea “e”, de identificar estas situações e promover o acompanhamento educacional para que o processo de aprendizagem ocorra para todos.

Art. 12. Os estabelecimentos de ensino, respeitadas as normas comuns e as do seu sistema de ensino, terão a incumbência de:

V – prover meios para a recuperação dos alunos de menor rendimento;

Art. 13. Os docentes incumbir-se-ão de:

IV – estabelecer estratégias de recuperação para os alunos de menor rendimento;

Art. 24. A educação básica, nos níveis fundamental e médio, será organizada de acordo com as seguintes regras comuns:

V – a verificação do rendimento escolar observará os seguintes critérios:

e) obrigatoriedade de estudos de recuperação, de preferência paralelos ao período letivo, para os casos de baixo rendimento escolar, a serem disciplinados pelas instituições de ensino em seus regimentos;

 

Acreditamos que quando a intervenção acontece, aumenta a possibilidade de sanar o problema, uma vez que o processo é mais rápido e proximal com todos os envolvidos: educandos, pais e professores.

Diante dessa realidade, e atendendo a solicitação feita pelos profissionais da educação de Ipatinga, em caráter prioritário, a Secretaria Municipal de Educação assume o compromisso, juntamente com a escola e a família, de atender a pluralidade dos ritmos e características dos alunos, proporcionando oportunidades diversificadas que assegurem condições favoráveis à superação das dificuldades encontradas no percurso escolar desses educandos.

Segue abaixo cópia do projeto e dos registros do professor colaborador:

Projeto do 6º ao 9º ano

registros do professor colaborador

ASSESSORIA PEDAGÓGICA – CENTRO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES

 SME – PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA